23 MAIO — 02 JUNHO 2024

23 MAIO — 02 JUNHO 2024

Y’a pas d’heure pour les femmes

Sarra El Abed

Canadá
2020, 19'

Na capital da Tunísia, um grupo de mulheres reunidas no cabeleireiro de Saïda antecipam a eleição presidencial do dia seguinte. As várias mulheres presentes representam o tumulto que o país vive, as forças políticas em confronto e os debates que as preocupam.

Política, feminismo e penteados. Assuntos de mão dada num cabeleireiro em Tunis em vésperas de eleições presidenciais. Seguimos as conversas animadas das freguesas habituais em que se discute que candidato será melhor para o país, e qual mais contribuirá para uma promoção de cariz justo e igualitário do estatuto da mulher. Sarra El Abed regressa à sua cidade natal e, tendo Agnès Varda e Pedro Almodóvar como influências assumidas, constrói um documentário tão incisivo e sério quanto divertido. (Ana David)

Competição Internacional

FICHA TÉCNICA

TIPO DE ESTREIA
Nacional
TÍTULO ORIGINAL
Y'a pas d'heure pour les femmes
DIÁLOGO
Francês / Árabe
LEGENDAS
Inglês
ARGUMENTO
Sarra El Abed
FOTOGRAFIA
Catherine Lefebvre
SOM
Ilyaa Ghafouri
MONTAGEM
Jordan Choinière
PRODUTOR
Isabelle Grignon-Francke
PRODUÇÃO
Club Vidéo

BIO

Sarra El Abed acabou a sua licenciatura em realização na UQAM em 2018, onde o seu projecto final ganhou o prémio de melhor ficção. Y’a pas d’heure pour les femmes é o seu quarto filme. A trabalhar a ficção e o documentário, El Abed gosta de injectar fantasia no comum e comédia em situações dramáticas. 

PARTILHAR

FILMES DA MESMA SECÇÃO