lisbontalks

LisbonTalks
Universidade Lusófona 

Organização: À Pala de Walsh

A Internet como forma-cinema 

22 de Abril (sexta-feira), 18h00-19h30, Cinema São Jorge, Sala 2

Moderador:
Ricardo Vieira Lisboa

Convidados:
Afonso Mota
Tiago Baptista
Marta Pinho Alves
Intervenção Skype de Kevin B. Lee

A crescente a cada vez mais constante presença de ecrãs, assim como as estruturas em rede da informação digital vêm-se infiltrando na matéria de cinema, nos seus temas e preocupações, mas também, e de modo mais revolucionário, na própria forma dos filmes: a sua arquitectura interna, a origem das suas imagens e o seu tratamento. Uma conversa sobre o cinema de desktop, a cultura dos clips, dos loops e dos gifs, dos links e das redes sociais.

Verhoeven, o independente megalómano 

26 Abril (terça-feira), Cinema São Jorge, Sala 2

17h30-19h30 – Projecção do documentário Tricked: Paul’s Experience. Mais conversa:

Moderador:
Carlos Natálio

Convidados:
Luís Miguel Oliveira
Vasco Baptista Marques
Vasco Câmara

Há quem olhe Paul Verhoeven como um cineasta malabarista que tanto conseguiu o sucesso no seu país como conseguiu infiltrar-se na máquina de Hollywood e fazer grandes sucessos de bilheteira, sem perder a sua frontalidade e ironia e agora regressou ao cinema europeu como autor consagrado. Verhoeven é sem dúvida o mais megalómano dos independentes.

Televisão: o novo cinema? 

27 Abril (quarta-feira), 18h00-19h30, Cinema São Jorge, Sala 2

Moderador:
Luís Mendonça

Convidados:
António Borges Correia
José Marmeleira
Nuno Artur Silva

Partindo da febre recente pelas séries televisivas, questionamo-nos se a televisão é o novo cinema, se o contém, se está dentro dele, se nada disso ou o seu contrário. Também procuramos descobrir, inversamente, se o cinema se está a tornar televisivo e a caminhar para a serialização. Uma conversa que partirá de um ponto de vista nacional.

Um novo cinema independente norte-americano 

29 Abril (sexta-feira), 18h00-19h30, Cinema São Jorge, Sala 2

Moderador:
Ricardo Vieira Lisboa

Convidados:
Jorge Mourinha
Robert Greene
Geoff King e Girish Shambu (Skype)

Uma nova força no cinema independente norte-americano parece identificar-se, consequência dos modos de financiamento alternativos e da redução progressiva dos custos de produção. O cargo de realizador já não é uma posição, os postos vão mudando de projecto para projecto e os filmes resultam de uma rede de profissionais e amigos trabalhando à vez.

Por uma política dos actores 

30 Abril (sábado), 18h00-19h30, Cinema São Jorge, Sala 2

Moderador:
Francisco Frazão

Convidados:
Gonçalo Waddington
Joana Barrios
Vincent Macaigne

Os pontos que aproximam e afastam o teatro do cinema são muitos e já muito explorados, no entanto, quando Vincent Macaigne é o Herói Independente há que questionar a presença de um corpo como marca autoral. Assim, uma conversa sobre uma política dos actores impõe-se: as diferenças de método, a influência do actor na leitura dos seus personagens, a abertura dos realizadores a outras formas de autoria.