23 MAIO — 02 JUNHO 2024

23 MAIO — 02 JUNHO 2024

É Noite na América

Ana Vaz

Itália / França / Brasil
2022, 66'

A premissa do filme é descrita numa parangona de um jornal: será que os animais estão a invadir as nossas cidades ou apenas a reclamar o seu habitat natural?  A cor azul e o grão dos 16mm dão textura a uma narrativa de deslocação e violência que dá espaço à perspectiva dos animais que habitam Brasília — ora em cativeiro, ora a deambular pela cidade — que nos observam tanto quanto nós a eles.

Na lenta transição entre os azuis do céu, tudo é possível na cidade de Brasília. O entardecer é infinito e o desconhecido vem ao encontro da criação humana. Estas presenças estranhas encaram o predador, olhos nos olhos. Procuram sempre regressar ao seu lugar, agora edifícios, estradas, pontes. 

Ana Vaz questiona diretamente o resultado da modernidade, com imagens filmadas a 16mm da ruidosa capital brasileira. Com a ousadia de tornar o documento etnográfico num “eco-terror”, explora a identidade urbana e formas de sair de nós para olhar o outro que está na penumbra. Tudo é possível na cidade, porque cidade significa noção humana de ordem. (Bianca Dias)

Competição Internacional

SESSÕES

FICHA TÉCNICA

TIPO DE ESTREIA
Nacional
TÍTULO ORIGINAL
É Noite na América
LEGENDAS
Inglês
FOTOGRAFIA
Jacques Cheuiche
MONTAGEM
Ana Vaz, Deborah Viegas
PRODUTOR
Leonardo Bigazzi
PRODUÇÃO
Fondazione In Between Art Film, Pivô Arte e Pesquisa, Centre national des arts plastiques, Spectre Productions,
VENDAS
Catarina Boieiro ([email protected])

PARTILHAR

FILMES DA MESMA SECÇÃO