23 MAIO — 02 JUNHO 2024

23 MAIO — 02 JUNHO 2024

Dobra

Gonçalo Robalo, Rita Figueiredo

Portugal
2021, 13'

Mãos a passear pelo musgo verdejante, pés que pisam troncos mortos e estaladiços, pedras reviradas em busca de latentes tesouros escondidos, um sapo cutucado até fugir. Este é o universo visual e sonoro de Dobra, mas a porta abre-se para que algo mais sombrio entre.

Um filme a quatro mãos, um filme de mãos, delicado, que mexe, remexe, toca, a terra, os ramos, as pedras. Um filme de relação como um jogo dos cineastas de esconde, procura, esconde. Um filme vegetal, natural, de buracos e esconderijos, de corpo e paisagem nas linhas da mão, um labirinto traçado de galhos, uma natureza pronta para nos enlaçar. Atmosférico, subtil, reencanta-se pela noite, a deixar-se levar pelos mistérios que ecoam e se fundem num corpo de segredos. (Carlota Gonçalves)

Competição Nacional

FICHA TÉCNICA

TIPO DE ESTREIA
Mundial
TÍTULO ORIGINAL
Dobra
ARGUMENTO
Gonçalo Robalo, Rita Figueiredo
FOTOGRAFIA
Gonçalo Robalo, Rita Figueiredo
SOM
Marcelo Tavares
MONTAGEM
Rita Figueiredo, Gonçalo Robalo
PRODUTOR
Gonçalo Robalo, Rita Figueiredo
PRODUÇÃO
ERRAR filmes, Errar Filmes

BIO

Gonçalo Robalo é realizador. Exibiu no IndieLisboa os seus filmes Leite (2011), Entre Paredes (2013) e Os Mortos (2018), que obteve o prémio de Melhor Curta-Metragem da Competição Nacional.

As curtas-metragens de Rita Figueiredo têm estado presentes em Festivais como o Curtas de Vila do Conde, IndieLisboa, IFFR-Rotterdam, Oberhausen entre outros

PARTILHAR

FILMES DA MESMA SECÇÃO