23 MAIO — 02 JUNHO 2024

23 MAIO — 02 JUNHO 2024

Dildotectónica

Tomás Paula Marques

Portugal
2023, 16'

Duas histórias separadas pelo tempo e unidas pelo conceito de dildo de cerâmica. Nos dias contemporâneos, Rebeca experimenta o fabrico artesanal de dildos que não seja totalmente dominado pela imagem heteronormativa e fálica costumeira. Séculos antes, uma descoberta de um objecto semelhante liberta uma relação ilícita.  

Uma pessoa que faz cerâmica explica porque começou a fazer dildos: questões económicas, vontade de contrariar a indústria dos brinquedos sexuais, poder fugir – tanto quanto possível – às formas fálicas, explorando novos materiais e texturas. Eis senão quando o filme passa do estilo documental para os domínios da fábula musical, com recolhidas vestidas com hábitos em tempos idos. Isto porque, nos arquivos da Inquisição se descobriu a história de Josefa, que amava mulheres e recorria a objetos (dildos) para estender o seu prazer e o delas. Dildotectónica (a arte de construir dildos) é um filme que combina fantasia histórica com arquivos e desejo telúrico com romantismo transtemporal, através de soluções narrativas que desafiam quaisquer convenções fílmicas. O resultado é uma doce lenda cantada sobre a possibilidade de ressignificar o passado, de recuperar figuras esquecidas pelo cânone histórico e de refundar os mitos do amor. (Ricardo Vieira Lisboa)

Competição Nacional

SESSÕES

FICHA TÉCNICA

TIPO DE ESTREIA
Nacional
TÍTULO ORIGINAL
Dildotectónica
LEGENDAS
Inglês
ARGUMENTO
Rebeca Letras, Tomás Paula Marques
ELENCO
Rebeca Letras, Inês Pinheiro Torres, Maria João Calisto, João Abreu
FOTOGRAFIA
Tomás Paula Marques
SOM
Marcelo Tavares
MONTAGEM
Jorge Jácome
PRODUTOR
Tomás Paula Marques
VENDAS
Portugal Film ([email protected])

PARTILHAR

CURTAS DO MESMO PROGRAMA

NEWSLETTER

  • TIPO DE CONTEÚDO