Vivre sa vie

Jean-Luc Godard

IndieLisboa 2019 •

Ficção, 1962, 83′

Com uma assombrosa fotografia a preto e branco de Raoul Coutard, VIVRE SA VIE é um filme construído para Anna Karina, que aqui demonstra que, além de ser um ícone da Nouvelle Vague, é uma fabulosa actriz. Muito poucos rostos passariam incólumes na comparação com a Falconetti da JEANNE D’ARC de Dreyer (filme que a personagem de Karina vai ver, numa sequência de VIVRE SA VIE), também um sinal do génio e ousadia de Godard. Godard em homenagem a Dreyer. Os grandes planos de Karina em frente aos grandes planos de Falconetti. (Cinemateca Portuguesa)