Show Me the Picture: The Story of Jim Marshall

Alfred George Bailey

IndieLisboa 2020 •

Documentário, 2019, 92′

Muito do que conhecemos da mitologia musical e contracultura dos anos 60 devemos às imagens e ao talento fotográfico de Jim Marshall. São dele algumas das fotografias mais conhecidas de músicos como Bob Dylan ou The Rolling Stones. E ainda momentos marcantes como o último concerto dos The Beatles, os concertos de Johnny Cash na prisão de Folsom ou Jimi Hendrix a queimar a sua guitarra. Esta é a crónica de vida de um artista ímpar, do lado de cá da sua câmara.

“Eu vejo mesmo a música. Esta carreira nunca foi só um emprego, foi a minha vida.”

Jim Marshall – o fotógrafo do rock n’roll – é autor de emblemáticas imagens da história da música. Jimi Hendrix em palco com a guitarra em chamas, Miles Davis sentado num ringue de boxe, o jovem Bob Dylan a andar atrás de um pneu em Nova Iorque, Johnny Cash com o dedo médio espetado para a câmara, Janis Joplin em casa, ou The Beatles no seu último concerto. São inúmeros os momentos captados por Marshall que se tornaram famosos. Um homem de temperamento intenso, vida de excessos e luta contra alguns demónios interiores, que era amado ou odiado, sem meio-termo. “Se ele te amasse, atirava-se para a frente de um camião por ti. Se ele te odiasse, atropelava-te alegremente com o camião”, refere Amelia Davis, responsável pelo arquivo de Jim Marshall.

O retrato do fotógrafo que viveu e morreu como uma autêntica rockstar que nos mostra o seu trabalho e alguns dos mais importantes momentos da música. (Helena César)