Seabird

Arthur Vermorel

IndieLisboa 2020 •

Ficção, 2020, 22′

A memória do amor tem certos brilhos. Ela também possui o som do mar, o piar dos pássaros na floresta, um passado disfarçado de aparição. Numa tarde soalheira, Pedro reencontra Inês.

Numa tarde de sol veranil, Pierre e Bastien encontram-se para tomar café à beira mar. A conversa faz lembrar um amor antigo que volta à superfície. No caminho do seu passado, entre floresta misteriosa e mar cativante, será que Pierre e Inès verão o futuro? (Duarte Coimbra)