Angel Face

Otto Preminger

IndieLisboa 2019 •

Ficção, 1953, 91′

«O único pesadelo lírico do cinema,» segundo as palavras de Ian Cameron, mostra Jean Simmons como uma jovem da alta burguesia que é um «anjo da morte» e acaba por se destruir a si própria. Sombrio melodrama com conotações psicanalíticas, “Angel Face” é também uma variação sobre o tema da mulher maléfica, tão presente no cinema americano deste período. Mitchum é o seu amante, um homem que a mulher arrasta para o crime e que é incapaz de dominar a situação. A apresentar em rima com “Nice Girls Don’t Stay for Breakfast” de Bruce Weber. (a partir do texto da Cinemateca Portuguesa)