David Bowie Is Dead

Mark Jenkin (que apresenta, na Competição Internacional, a sua longa “Bait”) cospe palavras à velocidade do projector enquanto o mundo se transforma ao ritmo do “progresso”. E o David Bowie morreu. E o mundo não parou.

Bait

Filmado a preto-e-branco, em película 16mm processada à mão, “Bait” conta a história de uma pequena localidade na Cornualha onde os antigos modos da pesca se vêem progressivamente alterados pela invasão do turismo. O confronto entre dois irmãos desavindos sobre como lutar pelo pão de cada dia forma o centro dramático deste filme expressionista onde o analógico, mais do que opção estética, é modo de vida. Aliás, Mark Jenkin escreveu o manifesto ‘Silent Landscape Dancing Grain 13’ em defesa do «cinema manual». A sua curta “David Bowie Is Dead” está também na Competição Silvestre.