Gros chagrin

Céline Devaux (Vie et mort de l’illustre Grigori Efimovitch Raspoutine e Le repas dominical, IndieLisboa 2013 e 2016) experimenta a imagem real, sem esquecer a animação, para pintar uma relação em ruínas, um Gros chagrin.

Il sole s’incrina

Tommaso Campanella, filósofo preso pela Inquisição, torturado e condenado à morte, inspira Il Sole S’Incrina: uma animação que encontra nos raios catódicos ACidade do Sol, o famoso diálogo do pensador.

Les garçons sauvages

Bertrand Mandico é provavelmente o mais punk dos cineastas franceses contemporâneos. O IndieLisboa vem acompanhando o seu trabalho, tendo exibido, nos últimos anos, Prehistoric Cabaret, Notre Dame des hormones e Depressive Cop. Les garçons sauvages é a sua primeira longa, um filme que combina a fantasia, o erótico, o filme de piratas e o body horror para construir uma parábola sobre a identidade de género. Uma estonteante alucinação de cores e texturas que venceu o Grande Prémio da Semana da Crítica no festival de Veneza. Um filme que põe o Q em Queer.

3/4

É verão e Mila estuda fervorosamente piano para uma audição que se aproxima. Niki, o seu irmão, ocupa os dias a chateá-la. Todor, o pai, é um astrofísico com pouco jeito para gerir situações domésticas.3/4, como o título explica, remete para uma ausência, para a parte que está em falta na unidade: a mãe. A segunda obra do realizador búlgaro Ilian Metev (vencedora do Leopardo de Ouro na secção Cineastas do Presente do Festival de Locarno) é um elegante retrato de uma família que procura o ponto de equilíbrio, depois de um tropeção. Um filme que representa a ausência através dos gestos do quotidiano.

Drżenia

O grande vencedor do festival de Clermont-Ferrand foi Drżenia: um conto atmosférico que retrata uma adolescência polaca sobre skates, em particular um rapaz afligido por tremores, onde o facto e a representação se confundem.

Vando Vulgo Vedita

Depois das curtas Lição de Esqui, O Completo Estranho e da longa António Um Dois Três, Leonardo Mouramateus regressa ao festival acompanhado de Andréia Pires para uma explosão de juventude queer e descolorada: Vando Vulgo Vedita.

Il risoluto

Piero passa os dias da reforma a jardinar, a ver televisão, a ler e a cantar no coro da igreja. No entanto, na cave da sua casa, encontra-se com o realizador Giovanni Donfrancesco para falar das suas memórias. A câmara fá-lo recordar os tempos da Decima MAS, uma das mais violentas milícias do fascismo italiano. Como chega a afirmar, “Não era um grupo militar, era um gangue”. Das conversas tece-se um jogo de mitificações, egos e memórias que ilustram um arrepiante passado, ainda muito mal “resolvido”. Um passado repleto de segredos e revelações, entre elas o paradeiro do tesouro de Mussolini.

Schneewittchen

Schneewittchen é um filme-ensaio sobre os propósitos culturais que se dão aos corpos depois da sua morte: dos mausoléus dedicados a ditadores (Lenine, Estaline, Mao), aos animais empalhados dos museus ou os relicários religiosos.

El día que resistía

Num casarão vivem três crianças completamente sozinhas e em total liberdade. As regras do reino são ditadas pela irmã mais velha, de apenas oito anos. Os dias passam-se jogando à apanhada, comendo caramelos e ouvindo contos para adormecer. A argentina Alessia Chiesa filma uma espécie de Hansel e Gretel em que a bruxa foi dar uma volta porque já não aguentava o chinfrim dos miúdos. E na ausência dos adultos as nódoas na roupa e os pratos sujos foram-se acumulando. Em El día que resistía a fantasia é perturbada por um desassossego documental, e nem tudo são histórias de encantar.

La bonne éducation

A realizadora chinesa Gu Yu regressa a uma escola do seu país (com o acompanhamento de Nicolas Philibert) para realizar um intransigente retrato de Peipei: uma estudante que é bode expiatório para todos os colegas e professores, emLa bonne éducation.

El cielo de los animales

O realizador argentino Juan Renau visita, em El cielo de los animales, um concurso de beleza canina, para expor a violência sobre os animais, mas acaba por descobrir, mais que tudo, uma enorme solidão, dos cães e dos seus donos.

Histórias de Lobos

Histórias de Lobos explora a mitologia de Trás-os-Montes a partir dos contos que se ouvem da boca dos habitantes de Pitões de Júnias: e entre o real e o imaginado sobra a luta do homem com o selvagem.

Lembro Mais dos Corvos

Depois de na passada edição o IndieLisboa ter exibido a curta de Gustavo Vinagre Os cuidados que se tem com o cuidado que os outros devem ter consigo mesmos, este ano Lembro Mais dos Corvos – a primeira longa do realizador – é totalmente dedicada a uma das protagonistas dessa curta, a actriz trans Júlia Katharine. Um retrato que, sob o manto de uma aparente simplicidade, revela uma mulher para a qual o cinema se tornou espelho. Um dia na vida de Júlia, onde os recantos da encenação se vão, discretamente, enunciando. Histórias e memórias para afastar a insónia.

Dansons maintenant

Nas ruas de Montmartre três estranhos cruzam-se e de uma troca de olhares surge a possibilidade de um ajuste de contas: Dansons maintenant é uma comédia ácida e surreal sobre uma juventude desajustada.

Doei

A realizadora Pien van Grinsven, que estudou em Lisboa no programa DocNomads, apresenta em estreia mundial Doei, uma animação que procura reparar, pela fantasia, o abandono do pai há mais de doze anos.

Prends mon poing

A realizadora Sarah Al Atassi mergulha, em Prends mon poing, na torrente cega e destruidora da masculinidade tóxica: um festival de bebedeiras e pancadaria para camuflar uma secreta fragilidade.

The Image You Missed

Arthur MacCaig foi um realizador de cinema de guerrilha que documentou o conflito armado na Irlanda do Norte durante décadas. Grande parte do seu arquivo raramente foi exibido. MacCaig também foi pai de Donal Foreman, o realizador deste The Image You Missed. Um pai ausente porque engajado. Neste documentário ensaístico, parte de uma série produzida por Nicole Brenez e Philippe Grandrieux dedicada a realizadores políticos, as imagens de um passado ainda quente transformam-se em filmes caseiros de uma relação complicada. Um filme que põe, finalmente, pai e filho a conversar e a “co-realizar”.

The Men Behind the Wall

O Urso de Ouro para melhor curta foi entregue a The Men Behind the Wall, uma provocadora investigação feita a partir do Tinder, em que uma realizadora de Israel procura encontrar-se com homens palestinianos.