Krotkaya

Sergei Loznitsa

IndieLisboa 2018 •

Ficção, 2017, 143′

Uma mulher deixa de conseguir contactar com o seu marido, que se encontra encarcerado. Com o intuito de saber o que se passa, mergulha numa vila onde a corrupção, a burocracia e violência são o “pão nosso de cada dia”. Inspirado no conto homónimo de Fiódor Dostoiévski, que Robert Bresson já adaptara em 1966 como Uma Mulher Meiga, Sergei Loznitsa encontra um melodrama surrealista que é uma potente parábola política sobre a Rússia de hoje. Com este filme (e Victory Day) o realizador, ao qual dedicámos uma retrospectiva em 2011, prossegue a sua desmontagem das ruínas identitárias do regime soviético.