A Love Letter To the One I Made Up

A Love Letter to the One I Made Up é uma poética epístola animada (através da técnica da serigrafia a três cores) que flutua entre a fantasia e o real, numa crítica feminista à ideia de amor romântico.