IndieLisboa 2017 |

Documentário, 2016, 64′, DCP

Argumento: Inadelso Cossa, Sandra Cosme

Fotografia: Inadelso Cossa

Música: Dj Dose

Som: Moises Langa

Montagem: Inadelso Cossa

Produtor: Inadelso Cossa

Produção: 16mmfilmes

Países: Moçambique

A estreia do realizador moçambicano Inadelso Cossa na longa metragem prossegue a sua investigação em torno do passado colonial português – desta feita, a brigada da PIDE que actuava em Moçambique nos tempos do Estado Novo. Uma Memória em Três Atos dá voz àqueles que se viram silenciados durante o regime (presos e torturados ou obrigados à clandestinidade) e fá-lo no confronto com os locais desse silenciamento. Dos sítios, surgem recordações que são capazes de, finalmente, sarar os traumas. Um ensaio sobre a reconciliação, a violência e o dever da memória.

Sessões