IndieLisboa 2017 |

Documentário, 2017, 75′, DCP

Argumento: Susana de Sousa Dias

Fotografia: João Ribeiro

Som: Armanda Carvalho

Montagem: Susana de Sousa Dias

Produtor: Ansgar Schaerfer

Produção: Kintop

Países: Portugal

Susana de Sousa Dias prossegue o seu trabalho de revisitação dos arquivos do Estado Novo. Luz Obscura regressa às fotografias tiradas pela PIDE aos presos políticos, dando especial atenção àquelas onde surgem menores (incluindo bebés de colo). Ouvimos testemunhos de familiares de comunistas assassinados, explicando como se viram arrastados para processos de humilhação – crianças tratadas como prisioneiros, sendo que muitas delas nunca mais viram os pais. Um filme que restitui as genealogias amputadas pela ditadura, a mesma que se dizia defensora suprema da família.

Sessões