IndieLisboa 2017 |

Ficção, 1965, 105′

Argumento: Paul Vecchiali

Fotografia: Jean-Jacques Flori, Georges Lendi, Georges

Som: Michel Desrois, René Levert

Montagem: Lila Biro

Produtor: Véra Belmont

Produção: Stéphan Films, Prisma Films

Países: França

Les ruses du diable é uma história sobre o poder destrutivo do dinheiro. Ginette é uma costureira a viver em Paris que, subitamente, começa a receber por correio, todos os dias, uma nota de crédito de mil francos de um remetente anónimo. Se, a princípio, o presente lhe agrada, pouco demora até que a origem do dinheiro se torne uma obsessão. A segunda longa metragem de Paul Vecchiali (sendo que a primeira é um filme perdido) pertence à “outra” Nouvelle Vague, a chamada Rive Gauche, e, aquando da sua estreia, François Truffaut afirmou que Vecchiali era “o único herdeiro de Jean Renoir”.

Sessões