IndieLisboa 2017 |

Documentário, 2017, 60′, DCP

Argumento: Simon Coulibaly Gillard

Fotografia: Simon Coulibaly Gillard

Som: Simon Coulibaly Gillard, Lassina Coulibaly

Montagem: Nicolas Rumpl

Produtor: Camille Meynard, Julie Esparbes

Produção: Hélicotronc

Países: Bélgica

Os fulas do Burquina Faso são os mais antigos pastores nómadas islâmicos da África Ocidental e possuem tradições ancestrais. Os rapazes e as rapa- rigas são criados, separadamente, na savana, e o seu dia-a-dia é pontuado por rituais que os conduzem à idade adulta. A primeira longa metragem de Simon Gillard foca-se em Ama, um dos jovens pastores, e em Aissita, uma das meninas da aldeia, que se tornou o centro das atenções, devido à cerimónia de iniciação que se avizinha. Boli Bana retrata, com uma proximidade rara, a adolescência mística dos fulas.

Sessões